CORPS ARCHIVÉS

 

CORPS ARCHIVÉS // CARPE DIEM ARTE E PESQUISA – 20H00 // ’20

Claire Buisson irá apresentar materiais seleccionados do seu projecto actual CORPS ARCHIVÉS. Este trabalho explora a construção do sujeito, através da postura e dos materiais onde pode ser contido. É um projecto para um performer com vários suportes materiais. Imagens de arquivo de bailarinos alemães dos anos 20. Fotografias de mulheres do anos 20. Uma revisitação da camisa de força de Lygia Clark. Música afro-americana dos anos 60. Textos. Voz(es). Objectos. (Estreia Festival Grand Bain 29 março 2016).

 

Nota Biográfica: Claire Buisson (1982) tem formação em Antropologia e em Artes. Em 2010, acabou a sua tese de doutoramento sobre a noção de ambiente coreográfico. Desde 2008, frequenta diferentes contextos de formação em dança e coreografia com vários coreógrafos (Lia Rodrigues, Vera Mantero, Jennifer Lacey, Loic Touzé, Marlène Freitas, Vania Rovisco, Keith Hennessy, Julie Nioche, Benoit Lachambre, Myriam Gourfink, Meg Stuart, SNDO-Intensive Course). Em 2014, participou no PEPCC-programa de pesquisa coreográfica no Forum Dança – Lisboa.

Desde 2010, desenvolve seu trabalho artístico dentro da plataforma dolce punto (D_P). O seu primeiro projecto je suis un poumon (performance, instalação, vídeo e ateliers) estreou em 2013, no Festival Vivat la Danse. Actualmente, está a trabalhar na sua nova peça, Corps Archivés (estreia março 2016, Festival Grand Bain).

Trabalhou como intérprete com Luna Paese (Anatomie Imaginaire-2014) e Claudia Triozzi (Thèse Vivante-2012/2013). Desde 2015, iniciou uma colaboração com o coreógrafo Arkadi Zaides. Trabalha também com produção e coordenação de projectos (Majazé Film Festival, festival de videodanza Catania-2005; IXKIZIT-2004; dolce punto desde 2010). Lecciona, também, em vários contextos (IED-Roma, ISDAT-Toulouse, universidades), tendo coordenado durante dois anos um Mestrado em Práticas Performativas (2012-14).